Usar o colar cervical após artrodese: e ai?

dor e colarcerÉ quase uma regra o uso do colar cervical após cirurgias no pescoço, ainda mais na artrodese, cirurgia que fixa as vértebras para sempre. O colar cervical tem o objetivo de limitar os movimentos do pescoço e evitar problemas na cicatrização, pelo menos em teoria. Porém, vários profissionais criticam o uso do colar, médicos e fisioterapeutas, pelas consequências negativas aos movimentos do pescoço.

Será que o colar cervical é tão necessário assim? A ciência diz que não. Vários estudos apontam que o colar não adiciona efeitos positivos, não acelera o processo cicatricial de fusão das vértebras, não ajuda na recuperação e não aumenta a função do pescoço.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19077924

http://search.pedro.org.au/search-results/record-detail/2238

E porque então é usado e recomendado?

Eis uma dolorosa questão ainda em cheque. Da mesma forma que na recuperação pós artrodese lombar, a ciência diz que a grande parte das recomendações e orientações são inconsistentes entre os profissionais, o que leva a uma decisão por experiência. Mas, experiência sem atualização é a maior furada.

Então, se o paciente é recomendado a usar um colar cervical após artrodese, ele deve usar? Prós e contras devem ser colocados na mesa e colar cervical tem muito mais contras.

Ciência e experiência quase sempre não compartilham amizade.

Artur Padão – Dorterapeuta

#dorterapeuta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s