“TENS” Dor? Parte 3 – O choquinho humano

dor-e-tens3Entre tapas e beijos, entre altos e baixos e entre “ou vai ou racha” é que o famoso choquinho se mantém firme e forte como um recurso amplamente usado para o alivio da dor. Eu disse usado, não disse que funciona para todo mundo. TENS dó!

Uma das grandes críticas ao uso é o poder de efeito. Tende-se a afirmar um efeito mais a curto prazo, que dura pouco, mas que pode ajudar bastante os pacientes. Está mais para uma pilha alcatell e longe da pilha duracell. Mesmo assim, a TENS é usada muitas e muitas vezes, por semanas, meses e até mesmo anos. Por mais de 100 sessões. Por mais de 400 sessões da mesma forma e, na maioria das vezes, TENS nenhum efeito.

Porque que a gente é assim, elementar choquinho? Esse é um problema humano, mais precisamente burocrático. O uso indiscriminado e excessivo da TENS está nos convênios que, infelizmente, ajuda a cronificar a dor de grande partes dos pacientes. Infelizmente, ainda existe uma “esquema” que afeta a qualidade dos serviços de fisioterapia por convênio: fisioterapia = tratamento médico. TENS os braços abertos com a incapacidade. E fisioterapia está longe de ser tratamento de alguém, especialmente da medicina.

Ao longo do tempo, fomos deixando de lado (pelo menos esse é o discurso de muitos) os recursos físicos como correntes elétricas que a TENS faz parte. E trocamos pelas mãos (terapia manual). Ou seja, trocamos um recurso físico objetivo e mensurável por um recurso físico que demanda de habilidade manual (nem todo mundo vai desenvolver) e pouco mensurável, ou seja, “as pegadas da mão” nunca são iguais. TENS que ter pegada para fazer terapia manual.

Mas, será que só no serviço por convênios que o choquinho leva a pior? Não mesmo. O famoso choquinho humano foi registrado por holofotes em pacientes que pagam pelo atendimento. Mas, deixar o TENS por 2 horas em várias partes do corpo há pelo menos 6 meses foi um exemplo que vivenciei, levando a falta de educação em dor, ou melhor, no manejo da dor. TENS gel ou óleo de peroba?

O choquinho humano não está nem ai para o que as evidências falam, se é bom ou ruim. Para ele, é o que deve ser usado para o alivio da dor. E ponto final. Será que em algum momento o choquinho humano vai perceber que não está rolando? Acho que sempre devemos assumir nossas escolhas, especialmente as ruins. TENS é bom!? TENS funciona!? TENS pode não ser bom para todo mundo! TENS que saber avaliar o paciente!

A TENS foi proposta na época da Teoria das Comportas de 1965 e existe muita, mas muita literatura escrita sobre a TENS, com lindas explicações neurofisiologicas e hoje, passa por uma reformulação, se estabelecem efeitos de neuromodulação (nome chique para falar da modificação de estímulos). Mesmo assim, não parece atrair atualmente os fisioterapeutas. Falta sim estudo, falta sim vontade e falta sim interesse. É muito mais legal postar a manipulação articular ou o exercício ousado na mídia do que 4 eletrodos sem graça que não fazem nem barulho, nem são “coloridos” e nem se movimentam.

O que será da TENS no futuro? Tudo depende do “choquinho humano”. Se ele continuar a usar a TENS igual troca de canal de TV, sem olhar, sem pensar e sem ver se realmente está funcionando, então sim! Vamos largar a TENS como largamos o CD de música.

Vida longa e próspera, meu famoso choquinho. Ainda queremos você por aqui, mas com nome chique de neuromodulação.

Artur Padão – Dorterapeuta

#dorterapeuta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s