Crônicas dolorosas 18: Orientações truncadas

dor e orienVocê está lá, todo empolgado com a orientação que fez a um paciente com queixas de dor, com toda a expectativa positiva de que aquilo vai dar certo. Dias depois, você descobre que tudo a sua energia “dolorosa” de nada adiantou pois o paciente foi orientado por outra pessoa de uma forma diferente.

Depois do balde de água fria, torta na cara e porta dos desesperados, quem tem a razão? Você ou o outro você?

Os conflitos entre profissionais de saúde, ou seja, as orientações truncadas ao estilo “linha cruzada” de telefone, fazem mal a saúde do paciente e mal a saúde na relação entre profissionais.

Devemos encerrar a troca de farpas, as “egocentricidades”, as hierarquias e o óleo de peroba que afasta a relação interpessoal dos profissionais de todas as áreas da saúde. Todos podemos pensar diferentes, mas é necessário algo em comum. Por mim, “pé nos glúteos” daquele (a) mala.

Multi e Interdisciplinaridade só pode ser alcançada com proximidade e participação. Aos “Rolling Stones” (dinossauros) que pseudo mandam nas pessoas e querem definir sozinhos um caminho para o paciente, digo: o parque dos dinossauros já fechou!

Saúde “indolor” a todos

Artur Padão – Dorterapeuta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s